A Dispensação de Medicamentos Genéricos por Farmacêuticos em Drogarias de Santa Cruz do Sul - RS.

Os medicamentos genéricos foram implantados no Brasil em 1999 com base na Política Nacional de Medicamentos através da Lei 9.787, de 140 de fevereiro de 1999, estabelecendo as exigências dos estudos de bioquivalência para assegurar a eficácia e segurança dos medicamentos genéricos disponíveis para a população. O profissional farmacêutico, pela Resolução n° 349/00 é o único legalmente capaz a proceder a intercambialidade genérica, prestando sua assistência aos consumidores de medicamentos.

O trabalho visa verificar a atuação de 30 farmacêuticos de drogarias de Santa Cruz do Sul — RS, através de um questionário contendo 11 questões, frente à dispensação de medicamentos genéricos, em conformidade com a legislação vigente. Os resultados obtidos mostraram-se satisfatórios, pois 76,67% dos farmacêuticos realizaram intercambialidade genérica. Porém 56,67% dos farmacêuticos não possuem carimbo, contrariando a Resolução n° 135/03. Os antiinflamatórios são a classe terapêutica mais requisitada dos medicamentos genéricos.

Os genéricos já estão sendo requisitados espontaneamente por consumidores de medicamentos de drogarias de Santa Cruz do Sul, embora estes estabelecimentos não disponibilizem lista de medicamentos genéricos e material de publicidade visíveis aos clientes. O fator preço é o principal influente na hora da compra do medicamento genérico em substituição ao de referência. Portanto, conclui-se que os medicamentos genéricos estão conhecidos tanto por profissionais farmacêuticos como por consumidores de medicamentos, afirmando-se a importância da iniciativa governamental em disponibilizá-los no mercado farmacêutico, visando o maior acesso aos medicamentos pela população.
Download do arquivo:
mg30.pdf